Alergias na Pele: O que é, principais Causas e Tratamentos

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quando nosso sistema imunológico é exposto a algo que ele considera perigoso ou potencialmente perigoso, tende a reagir de formas diferentes. E dependendo da nossa predisposição genética, essa reação pode ser exagerada, gerando o que conhecemos como alergia. E dentre os muitos tipos existentes, as alergias na pele talvez sejam as mais conhecidas e são, sem dúvidas, as mais comuns entre todas as pessoas. No texto de hoje vamos reunir todas as informações que você precisa saber para entender melhor o que são as alergias na pele e o que elas podem causar.

O que são Alergias na Pele?

Podemos definir as alergias na pele como qualquer tipo de manifestação decorrente de uma hipersensibilidade da pele, que faz com que o sistema imunológico reaja de maneira exagerada a algum tipo de agente externo.

Como a pele é o maior órgão do corpo humano, as alergias podem ocorrer em praticamente todas as partes do nosso corpo e em diferentes épocas da vida. Existem, por exemplo, muitos tipos de alergia que são muito mais comuns em bebês e crianças, como a dermatite atópica. Por outro lado, muitas delas são comuns em qualquer idade, como a dermatite de contato e angioedema.

Causas das Alergias na Pele

O tema alergias na pele, como você já pôde perceber, é bastante amplo. Isso significa que, ao mesmo tempo que existem diversos tipos, cada um deles pode ter muitas causas diferentes, o que faz com que a lista de possibilidades seja bastante extensa. Contudo, existem alguns fatores que são mais comuns e que podem causar diferentes tipos de alergia na pele. Os principais são:

  • Ingestão de alimentos, principalmente camarão, amendoim e leite, que costumam causar alergias mais facilmente
  • Pólen
  • Contato com determinados produtos químicos
  • Suor
  • Ambientes com temperaturas muito altas ou muito baixas
  • Picadas de insetos
  • Contato com mofo
  • Uso de bijuterias
  • Uso de determinados medicamentos
  • Determinados tipos de sabonetes
  • Pelos de animais

Como já dissemos, essas não são as únicas causas das alergias na pele, já que esse é um tema extenso. Porém, são as principais causas dos tipos mais comuns e que, com certeza, te ajudarão a entender melhor como esse tipo de alergia se manifesta.

Tipos de Alergias na Pele

Uma vez que existem muitas alergias de pele, é importante conhecer pelo menos as mais comuns, suas características e como se manifestam em nosso corpo. Por isso, separamos uma lista para que você possa entender com um pouco mais de profundidade do que se trata cada uma delas, que são:

  • Dermatite de Contato
  • Dermatite Atópica
  • Angioedema
  • Urticária

Dermatite de Contato

A dermatite de contato, como seu nome sugere, é desencadeada quando uma pessoa entra em contato com algum agente alérgico. Seus principais sintomas são a vermelhidão e a coceira na pele, podendo haver inchaço, ressecamento e bolhas em casos mais graves. Nesses casos, o tratamento é feito para amenizar os sintomas e evitar o contato com os agentes para que a pessoa não volte a ter quadros graves.

Dermatite Atópica

A dermatite atópica é um tipo de alergia que se manifesta em fases, com a mais aguda se manifestando quando o contato com o agente causador é mais constante. Entre seus principais sintomas estão também a vermelhidão, coceira, irritação da pele e até mesmo crostas que podem apresentar líquidos, em casos mais graves. Ela é mais comum em bebês em seu primeiro ano de vida, mas também pode se manifestar em jovens e adultos.

Tratamentos com remédios podem aliviar seus sintomas, mas um médico normalmente procura recomendar formas de evitar contato com coisa que podem desencadear esse tipo de alergia, como sabonetes e xampus e até mesmo contato com animais.

Angioedema

O angioedema é um tipo de alergia que possui como principal característica o inchaço de zonas mais finas da pele, como os lábios, o saco escrotal e os olhos. Ele ocorre por conta da dilatação dos vasos sanguíneos dessa região que fazem com que líquido plasmático vaze para o tecido extravascular.

Quando alérgico, o angioedema pode ser consequência de uma picada venenosa de inseto, de determinados medicamentos ou mesmo de algum tipo de alimento. O tratamento costuma ser feito de maneira rápida e, ao contrário da maioria das alergias na pele, não costuma voltar com tanta facilidade, apenas se a exposição a esses fatores se repete.

Urticária

Causada normalmente por conta de uma reação alérgica a um determinado tipo de alimento de remédio, a urticária tem como seus principais sintomas coceira intensa e vermelhidão na pele, que podem fazer com que apareçam as famosas urticas, que nada mais são do que erupções causadas pela coceira.

Há muitos casos em que o fator que desencadeia a urticária não é conhecido, fazendo com que elas apareçam e desapareçam de maneira espontânea. Apesar disso, esse tipo de alergia não costuma causar grandes complicações.

Tratamentos para Alergias na Pele

O tratamento para cada tipo de alergia pode variar de acordo com diversos fatores, já que as alergias na pele são diversas. Esses fatores podem ser:

  • O agente causador da alergia
  • O tipo de alergia na pele
  • O estágio da alergia

No geral, médicos podem recomendar corticoides ou anti-histamínicos para aliviar os sintomas. O que geralmente também é feito, é a identificação do agente causador, seguido pelas recomendações para que você não entre em contato com ele e, consequentemente, evite que a alergia se manifeste novamente.

Quando falamos em alergias na pele, o assunto é realmente vasto. São diversos os tipos e também a forma como se manifestam. Ainda assim, é importante sabermos mais sobre esse tipo de condição, principalmente para entender por que elas se manifestam em nossos corpos e como podemos trata-las. Além disso, o mais importante de tudo é saber como evitar esse tipo de alergia para que possamos viver mais tranquilamente e sem tantas complicações que podem até parecer pequenas, mas que podem afetar nossas vidas de diversas maneiras.



Fonte: Trocando Fraldas

Mais Matérias