Ansiedade na gravidez, o que fazer?

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Viver uma gravidez é viver em uma montanha-russa emocional! Vários pensamentos passeiam pela nossa mente e é difícil controlar alguns preocupações… Na reta final da gestação então nem se fala! Como é complicado lidar com a ansiedade não é mesmo? O que devemos fazer para aliviar a ansiedade? O que é permitido fazer na gravidez que tira a ansiedade? Quando devo procurar um médico por causa de pensamentos ansiosos? Talvez estas sejam as suas dúvidas, mas não se preocupe! Aqui você encontrará as respostas que precisa.

Neste artigo você vai encontrar:

Amazon

Por que as emoções ficam tão fortes durante a gestação?

A gestação é um período no qual o corpo da mulher sofre com grandes mudanças, tanto físicas quanto hormonais. Por isso, é comum que as grávidas se sintam diferentes de como são habitualmente. Por isso não se preocupe se você está mais triste ou mais irritada ultimamente, provavelmente são as mudanças que o seu corpo está sofrendo que está causando tudo isso dentro de você!

Todos os quadros ansiosos na gravidez são doenças?

Talvez você nunca tenha parado pra pensar, mas será que todos os casos de ansiedade são de fato ansiedade patológica? Ou seja, ansiedade como doença? A resposta mais simples é não. O nosso corpo sente ansiedade de forma natural e equilibrada em diversos momentos e isso é saudável e importante. Um bom exemplo é quando estamos em uma situação de perigo, o nosso corpo percebe que aquela não é uma situação segura e nos deixa alertas. Porém, quando a ansiedade começa a aparecer de modo excessivo e de forma destrutiva, é preciso prestar atenção. O ideal é que quando você perceber que os pensamentos ansiosos estão tirando a sua qualidade de vida, você deve buscar ajuda profissional. Mas como a ansiedade nos deixa perdidas em nossos próprios pensamentos, uma boa ideia é perguntar para pessoas próximas se elas acham que você está exageradamente preocupada ultimamente.

Dicas práticas de como aliviar a ansiedade na gravidez

Além do acompanhamento de um psicólogo, e talvez de um psiquiatra também, existem algumas coisas que podemos introduzir no nosso dia a dia que aliviam consideravelmente a ansiedade.

Exercício físico

A psicóloga Adiana de Araújo explicou em seu texto que exercícios físicos são ótimos para o combate a ansiedade. Pois as atividades físicas elevam a serotonina, hormônio da felicidade. Por isso converse com o seu médico sobre as atividades físicas que você pode praticar durante a gestação! Confira neste texto alguns exemplos de possíveis atividades que você pode fazer e as contraindicações mais comuns!

Escreva um diário

Pensamentos ansiosos costumam nos levar a “lugares” muito distantes da realidades. E por causa disso, costumamos ficar preocupadas com coisas que nem se quer aconteceram ou estão para acontecer. Uma boa maneira de organizar seus pensamentos é escrevendo. Quando escrevemos somos “obrigados” a ordenar e racionalizar o que estamos pensando, desta forma conseguimos “frear” o que está nos levando a situações fora da realidade atual.

Fique com as pessoas que você ama

Em muitos casos, a ansiedade nos prende aos nossos próprios pensamentos, por isso é muito bom sempre ter alguém que nos ama por perto. Estas pessoas podem nos ajudar a entender que a preocupação que estamos sentido é irreal ou excessiva. Uma boa dica é conversar com algumas pessoas próximas e combinar de você enviar uma mensagem ou ligar para ela quando sentir que seus pensamentos estão indo longe demais.

Se alimente e durma bem

O cérebro faz parte do nosso corpo, por isso ele também é afetado quando não comemos ou não dormimos muito bem. Busque ter uma rotina bem definida na hora de dormir, desta forma o seu cérebro já vai entendendo que logo é hora de descansar e desacelerar. Da mesma forma, se alimente equilibradamente, consumindo todos os nutrientes necessários. Até porque agora você se alimentando por dois! Caso você se sinta um pouco perdida de como planejar uma alimentação equilibrada, vá a uma consulta com o nutricionista.

Se organize

Um dos grandes motivos para um pensamento ansioso é a falta de organização. Pela coisas não estarem organizadas, o cérebro fica perdido e começa a se preocupar com as tarefas pendentes, mas como não há organização a preocupação excessiva bate. Para combater este tipo de ansiedade na gravidez, busca fazer listas de tarefas do dia e vá riscando uma a uma quando as for cumprindo. Desta forma você vai ver de forma concreta o seu progresso além de já conseguir saber qual é a próxima tarefa a ser realizada.

Quando devo procurar um médico?

Como foi dito anteriormente, é importante ficar atenta a sua qualidade de vida. Caso você perceba que tarefas simples do dia a dia estão começando a ser uma angústia a mais na sua vida ou você não se sente mais capaz de realizar algumas tarefas por conta do estresse ou ansiedade, busque um médico ou um psicólogo. É claro que também é importante sempre informar seu obstetra sobre como você está se sentindo, pois a ansiedade na gravidez é um sintoma esperado e ele, mais do que ninguém, saberá identificar quando esta ansiedade está saindo do campo do esperado.

Você não está sozinha contra a ansiedade na gravidez!

Talvez você esteja se sentindo sozinha, e pense que só você não está “curtindo” a gravidez… Mas não deixe este pensamento te enganar! Você não está sozinha, outras mães já passaram, e outras passam hoje mesmo, o que você está sentindo. A mamãe Julia Kenzi contou em um vídeo no canal dela como foi a sua segunda gravidez com diversas crises de ansiedade. E este é apenas um exemplo! Por isso, não se deixe enganar, se rodeie de pessoas que te amam e siga a sua luta, logo tudo passará e você se sentirá melhor. Mas não se force a suportar tudo sozinha, busque ajuda, tanto dos seus entes queridos quanto de profissionais capacitados para conduzir um tratamento adequado para o seu caso.

Gostou do texto? Esperamos que sim! Compartilhe ele com a sua amiga que está muito ansiosa com a gravidez ultimamente. E você? Também sofreu com a ansiedade na gravidez? Conta aqui nos comentários como foi a sua experiência e ajude outras mamães a superarem este desafio também!



Fonte: Lá vem bebê

Mais Matérias