Fogachos: O que são, principais causas e tratamentos

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

A mulher passa por diversas transformações em sua vida. O início da vida madura, onde as menstruações têm início, a gravidez e também o climatério, estágio que fecha todos esses ciclos. E cada uma dessas transformações causa alterações e gera efeitos colaterais na vida de todas, tanto físicos quanto psicológicos. E é preciso estar preparada para que isso ocorra e entender as transformações pelas quais seu corpo passa. Por isso hoje vamos falar dos fogachos, um dos principais sintomas da menopausa, estágio mais conhecido do climatério. Quer saber o que eles são, como tratar ou prevenir? Confira tudo no texto de hoje!

O que são Fogachos?

Os fogachos são as famosas ondas de calor que tomam conta da mulher durante a menopausa. Esse calor normalmente tem início na região do peito e sobe até tomar conta da cabeça inteira. Estima-se que cerca de 80% das mulheres que passam pela menopausa sofram com esses sintomas. Em algumas mulheres, essas ondas de calor são muito mais intensas, sendo até mesmo confundidas com febre algumas vezes. Nessa fase não é incomum ter dificuldades para dormir ou acordar suada durante a noite, os famosos fogachos noturnos. O grande diferencial é que essa onda de calor para repentinamente, o que dá uma sensação de frio.

Quais são as principais causas dos Fogachos?

Como já dissemos anteriormente, a menopausa faz parte de um processo natural na vida de toda mulher e isso implica em certas transformações que aparecem com alguns sintomas. Essas transformações sempre têm a ver com os níveis de hormônios sendo produzidos pelo corpo de uma mulher. Durante a menopausa, os níveis de estrogênio e progesterona começam a diminuir de forma mais acentuada. O corpo reage de diversas formas e uma delas é esse aumento e diminuição da sensação térmica que ocorre por conta de uma confusão no cérebro que acaba reagindo de forma exagerada quando tenta controlar a temperatura do corpo.

Apesar disso, os fogachos não são preocupantes. Como também já dissemos, eles são muito comuns e fazem parte da vida de qualquer mulher. Isso não significa, é claro, que você não deva tomar certas medidas para evitar que eles atrapalhem sua vida.

Tratamentos para os Fogachos

Alguns tratamentos para a menopausa ajudam a controlar também os fogachos. Tanto as terapias de reposição hormonal, que ajudam a controlar os níveis de estrogênio e fazer com que essa transição corporal não seja tão turbulenta quanto os tratamentos naturais para fogachos podem gerar ótimos resultados. Porém, é preciso ter consciência que, assim como cada corpo reage de uma maneira diferente à menopausa, cada um também terá diferentes reações nos tratamentos.

É importante também lembrar que conversar com seu médico antes de fazer qualquer tipo de tratamento para os fogachos ou para a menopausa é de extrema importância. Apenas um profissional pode te dizer o que pode gerar mais resultados em seu corpo e se um tratamento é realmente necessário.

É possível prevenir os Fogachos?

Quando uma mulher está próxima de passar pela menopausa, existem diversos atitudes que ela pode tomar que ajudam a prevenir os fogachos e outros sintomas que podem atrapalhar suas vidas. Algumas das principais formas de prevenção são:

  • Terapia de Reposição Hormonal
  • Vitamina E
  • Perder Peso
  • Suplementos Alimentares

Vamos falar sobre cada uma delas separadamente e explicar como elas podem te ajudar na prevenção dos fogachos.

Terapia de Reposição Hormonal (TRH)

A terapia de reposição hormonal (THR) pode ajudar bastante não só a diminuir os fogachos, como também evitar que eles se intensifiquem ou mesmo que apareçam. Esse tipo de tratamento visa controlar os níveis de estrogênio de uma mulher e fazer com que os efeitos da menopausa sejam mais amenos. Vale lembrar que esse tipo de tratamento deve ser feito com um profissional e confiança para que ele não gere nenhum efeito colateral.

Vitamina E

Diversos estudos que a ingestão de vitamina E pode ajudar a diminuir e a evitar os fogachos durante a menopausa. Porém, é preciso tomar cuidado ao ingerir esse tipo de vitamina, já que podem existir efeitos colaterais, como o aumento do risco de um acidente vascular cerebral, por exemplo. O mais recomendado nesse caso é também conversar com seu médico.

Perder Peso

Mulheres que possuem maior gordura corporal tem mais chances de ter episódios de fogachos do que as que possuem menos. Por isso, traçar estratégias para perder peso pode ser uma ótima maneira de prevenir esses sintomas e evitar que eles atrapalhem sua vida de alguma forma.

Suplementos Alimentares

Assim como ocorre com a vitamina E, suplementos alimentares à base de soja também pode ser uma ótima opção para evitar que os fogachos apareçam. Porém, nesse caso também é importante ter cuidado com a quantidade ingerida para que não haja nenhum efeito colateral indesejado.

Os fogachos são uma resposta natural do corpo de uma mulher às transformações que ocorrem durante a menopausa. É claro que tentar se livrar deles é sempre uma opção, até porque são sintomas que incomodam e que, muitas vezes, realmente atrapalham a vida de alguém. Porém, é importante saber exatamente qual é a forma que você quer fazer para prevenir ou tratar dos fogachos e sempre ter consciência de que isso não prejudicará a sua saúde de outra maneira. Afinal, o objetivo aqui é passar por essa fase de uma maneira tranquila e não gerar outros problemas.



Fonte: Trocando Fraldas

Mais Matérias