Gestação: ida aos consultórios em época de pandemia

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Em tempos de coronavírus, colocar os pés para fora de nossa casa se tornou uma ação que envolve muita responsabilidade. No caso das mamães grávidas, as visitas ao médicos precisam acontecer de forma recorrente. E mesmo em meio ao CODIV-19, as consultas não podem ser adiadas. Um meio de driblar a situação é tomar certos cuidados e adotar novos hábitos de higiene.

Toda mãe grávida sabe que ir ao médico com frequência é um compromisso sério. Acompanhar o crescimento de seu bebê é uma questão essencial na rotina de uma gestante. A cada semana, acontece a formação ou desenvolvimento de um novo órgão ou membro do corpo do seu baby. Todos os passos da gestação precisam ser acompanhados sem falta. 

Em tempos de pandemia, alguns cuidados devem ser redobrados ao sair de casa. Pensando na saúde da mamãe e do bebê, preparamos um artigo para listar alguns hábitos de prevenção contra a infecção pelo coronavírus. 

Destacamos em tópico sobre todas as formas de precauções que devem ser tomadas:, antes de sair de casa; enquanto estiver no consultório, laboratório ou hospital; e após chegar em casa. Boa leitura!

Neste artigo você vai encontrar:

Antes de sair de casa

Em tempos de COVID-19, sair de casa pode parecer uma tremenda loucura, principalmente, quando pensamos em mães grávidas. O Ministério da Saúde considera que toda a gestante é classificada no grupo de risco em relação ao coronavírus. 

Por conta de mulheres grávidas já terem determinada dificuldade respiratória devido à gestação, elas podem estar mais propensas a adquirirem doenças que envolvam o sistema respiratório.

Dessa forma, para que não ocorra nenhum problema e para que a saúde da mãe e do bebê não sejam colocadas em risco, é importe que alguns cuidados sejam seguidos ao colocar os pés para fora de casa.

Use máscaras

Lembre-se de sempre fazer o uso de máscara em locais públicos, como consultórios. Ela é considerada uma medida preventiva e faz com que exista a diminuição da propagação do vírus pelas pessoas.

Use luvas

A utilização de luvas descartáveis em locais públicos torna-se importante ao levar em conta que o novo vírus é resistente às superfícies. Dessa forma, ele pode estar presente em maçanetas de porta, chave do carro, dinheiro, embalagens de produtos, campainhas, corrimão, interfones. Tenha em mente que as luvas devem ser descartadas, imediatamente, após o uso.

Carregue álcool em gel na bolsa

Um bom item para mamães grávidas é o álcool em gel. De um modo prático, é possível higienizar as mãos em alguns instantes. A grávida sabe que é complicado ficar andando para lá e para cá a todo o momento com o barrigão. Essa é uma prática que evita a gestante ter que ir até os toilets, como forma de ajudar também  na locomoção e, por consequência, diminuir o risco de contágio durante o percurso.

Use uma roupa fácil de tirar

Após chegar em casa, é essencial que a mãe troque suas roupas. Dessa forma, o uso de roupas de fácil manuseio permite um menor contato com as vestimentas que passaram por locais externos.

Evite tocar em superfícies

Como já foi dito anteriormente, o COVID-19 é um vírus com alta resistência às superfícies de um modo geral. Um outro cuidado que pode ser incluído na lista é evitar ficar tocando em objetos de modo desnecessário.

Consultórios, laboratórios e hospitais em época de pandemia

Quando pensamos em ir até às instituições de saúde, como os consultórios, laboratórios e hospitais, por exemplo, vêm, de modo imediato, a preocupação de pegarmos alguns tipo de infecção ou bactéria. Somos acostumados a pensar que esses ambientes socorrem pessoas doentes e, por um lados, esse pensamento é certo. 

Desse modo, as idas aos ambientes que prestam auxílio ao público, de uma forma geral, devem ser cautelosas, principalmente em tempos de pandemia. 

A mulher grávida, então, deve ter atenção redobrada, valendo não só para si mesma, mas também para o seu baby que está por vir.

Como ainda não há estudos aprofundados e que confirmem, de fato, que a mãe grávida pode transmitir o COVID-19 ao seu bebê, é melhor que cuidados sejam levados a sério.

Algumas normas restritivas, quando possíveis, já estão sendo aplicadas em determinados locais, tais como: a redução no número de pessoas presentes em um mesmo ambiente; o atendimento feito somente com horário agendado previamente; a higienização constante de salas e equipamentos usados em laboratórios e consultas; o uso de máscaras e luvas para atendimento; a disponibilização de álcool em gel na porta de estabelecimentos; entre outros.

A seguir, segue alguns cuidados que você pode colocar em prática ao ir aos laboratórios, aos consultórios e aos hospitais em época de pandemia:

  • Evite ir ao banheiro;
  • Higienize sempre as mãos;
  • Evite tocar no rosto;
  • Mantenha o distanciamento social;
  • Evite o contato com as pessoas.

Após chegar em casa

Alguns cuidados são essenciais ao chegar em casa. Não somente as grávidas devem seguir as recomendações, mas também todas as pessoas quando voltarem para suas casas. A seguir, confira uma lista de cuidados a serem tomados ao colocar o pé na porta de casa:

  • Higienizar as mãos: ao chegar em casa e tocar em maçanetas, corrimões e chaves, vá, de modo imediato, ao banheiro para lavar as mãos. O ideal é que seja feita uma limpeza profunda, que dura em média dois minutos, com sabão e água corrente;
  • Troque sua roupa usada para ir ao hospital, consultório ou laboratório;
  • Lave a sua roupa separadamente: o ideal é que a roupa que foi usada fora de casa não seja misturada com aquelas usadas dentro de casa, para que, dessa forma, as novas roupas não se infectam;
  • Tome banho: é essencial que banho seja tomado para prevenir que o contágio não seja disseminado. Isso é mais válido ainda se a mãe morar com outras pessoas na casa.

Compromissos de uma gestante

Uma mulher grávida conta com vários compromissos em sua agenda pessoal. Muitos deles relacionados a uma série de exames para fazer em laboratórios que devem ser direcionados conforme o cronograma elaborado por um profissional da área, no caso, um obstetra. 

A maratona de exames em laboratórios e as idas aos consultórios exigem que a gestante seja organizada e dedicada com suas tarefas, ao levar em consideração a sua saúde e a de seu pacotinho.

A agenda de uma grávida é bastante cheia em relação às idas a consultórios e a laboratórios. Diversos exames são necessários para verificar como anda o desenvolvimento e crescimento do baby dentro da barriga. No começo, principalmente no primeiro e segundo trimestre, as consultas médicas e os exames são diversos. 

Ou seja, mesmo em tempos de pandemia, a grávida precisa fazer o seu acompanhamento com um médico responsável em consultórios. Torna-se inevitável, para uma gestante, deixar de ir em compromissos que envolve a sua saúde e a de seu baby.

Para concluir…

Devido às restrições associadas ao isolamento social, a prática de, simplesmente, sair de nossos lares, nas circunstâncias atuais, deve ser uma atitude que engloba compromissos inadiáveis. Toda mulher grávida sabe que, durante a gestação, alguns cuidados são essenciais e, em tempos de pandemia, eles precisam ser redobrados.

Dessa forma, os novos hábitos de higiene, criados em decorrência da pandemia, devem ser levados à risca por uma mulher grávida, de modo rigoroso.  

Agora que você já conhece sobre algumas maneiras de se precaver em relação ao contágio do vírus, chegou a hora de aplicá-las e incorporá-las em sua rotina. Lembre-se: quando você cuida de si mesma, também cuida de seu bebê. Boa sorte!

Se você gosta desse tipo de assunto que envolve o universo da maternidade, não deixe nos acompanhar em nossas redes sociais. Postamos todos os dias conteúdos fresquinhos. Espero você por lá!



Fonte: Lá vem bebê

Mais Matérias