Osteoporose: Principais Causas, Sintomas e Tratamentos

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Ninguém gosta de sentir dores, ainda mais quando elas podem te impedir de viver uma vida feliz e saudável. Ser impedida de realizar tarefas que antes te davam prazer, como praticar exercícios físicos, ou mesmo tarefas mais do dia a dia, pode ser algo muito complicado de lidar. Doenças como a osteoporose podem fazer com que você tenha exatamente esse tipo de problema. Mas como saber que é osteoporose? Quais são as causas dessa doença? E os sintomas? Como tratar a osteoporose? Se você quiser saber mais sobre a doença, continue lendo para ter toda as informações que precisa.

O que é a Osteoporose?

Osteoporose é uma doença que se caracteriza por deterioração da arquitetura óssea e diminuição da massa óssea de uma pessoa. Em outras palavras, é o desgaste dos ossos de uma pessoa, o que pode gerar certas consequências, como o alto risco de ter fraturas. A osteoporose faz com que os ossos de uma pessoa tenham menos absorção de cálcio e minerais, o que faz com que a fragilidade dos ossos aumente gradativamente. Por essa razão, é importante que o tratamento seja feito rapidamente para que a pessoa não sofra ainda mais com os efeitos da doença.

Uma pessoa com osteoporose precisa ter cuidados redobrados com quedas e com pancadas, já que seus ossos são muito mais frágeis e suscetíveis a se quebrarem. Trata-se de uma doença muito mais comum em mulheres, principalmente após a menopausa.

Causas da Osteoporose

A osteoporose é uma doença que se torna muito mais comum com o passar da idade, principalmente em mulheres com mais de 50 anos, por conta da menopausa que já citamos anteriormente. Porém, esse não é o único fator que causa a doença. Existem também outras coisas que podem contribuir para que ela surja tanto em mulheres quanto em homens. Algumas das principais causas da osteoporose são:

  • Alcoolismo
  • Tabagismo
  • Doenças autoimunes como lúpus ou esclerose múltipla
  • Deficiência de cálcio
  • Deficiência de Vitamina D
  • Sedentarismo
  • Má alimentação

Como você pôde perceber, são diversas as causas da osteoporose e nem sempre elas estão diretamente relacionadas ao grupo de risco, ainda que algum desses tópicos combinado com a idade definitivamente aumenta as chances de a doença se desenvolver.

Quais são os Sintomas da Osteoporose?

Um dos grandes perigos da osteoporose é que ela é uma doença que raramente apresenta sintomas claros e que normalmente só são percebidos após algum tipo de fratura. Ainda assim, é possível notar algumas coisas, como:

  • Maior sensibilidade nos ossos
  • Postura encurvada
  • Diminuição da estatura com o passar dos anos
  • Dores nos ossos

Esses sintomas costumam se intensificar com o passar do tempo e, exatamente por isso, um tratamento deve ser feito o quanto antes.

Tipos de Osteoporose

A osteoporose é uma doença que pode se manifestar de diversas formas diferentes e, por isso, ela é separada por tipos. Alguns dos principais deles são:

  • Osteoporose Senil
  • Osteoporose Secundária
  • Osteoporose Pré-Menopausa
  • Osteoporose em Homens

Vamos falar mais profundamente sobre cada um deles para que você entenda melhor as diferenças e as suas formas de se manifestar no corpo de uma pessoa.

Osteoporose Senil

Ocorre por conta do avanço da idade, principalmente após os 70 e pode atingir tanto homens quanto mulheres. Ela ocorre normalmente por conta da falta de produção de Vitamina D pelo corpo, o que faz com que os ossos fiquem mais frágeis.

Osteoporose Secundária

É um tipo de osteoporose que ocorre por conta de algum outro problema pelo qual a pessoa passou, como distúrbios no sangue ou transtornos hormonais, por exemplo. Ainda que possa atingir pessoas mais jovens, é muito mais comum em mulheres com idade mais avançada.

Osteoporose Pós-Menopausa

Trata-se de um dos tipos mais comuns de osteoporose, que ocorre por conta da diminuição do estrogênio, principal hormônio feminino e que, por sua vez, causa a diminuição da absorção de minerais e vitaminas essenciais para a saúde dos ossos.

Osteoporose em Homens

Apesar de não ser um tipo específico de osteoporose, é importante comentar como a doença se manifesta em homens, já que é algo muito mais comum do que se imagina, ainda mais nos homens de idade avançada. Apesar de a perda de massa óssea no sexo masculino ocorrer perceptivelmente mais tarde do que a do sexo feminino, ela também ocorre. Como se trata de uma doença que não costuma apresentar muitos sintomas, é apenas depois de uma fratura que um homem tem o diagnóstico correto da doença. Apesar disso, é importante tomar todas as medidas para se prevenir e fazer o tratamento da maneira correta e evitar consequências mais graves.

Tratamento da Osteoporose

É muito difícil falar que a osteoporose tem cura, já que ela é praticamente impossível. Porém, é possível fazer tratamentos para evitar que a doença se agrave ou mesmo que as possíveis lesões tenham graves consequências. Todo o tratamento é feito, basicamente, à base de medicamentos que irão prevenir a perda de massa óssea e tratar doenças que podem estar associadas.

É importante ressaltar que você não deve se automedicar em hipótese alguma em casos de osteoporose. Apenas um médico especialista pode indicar qual é o melhor tratamento para você e impedir que a doença prejudique sua vida.

Consequências da Osteoporose

Em casos em que o tratamento não é feito da maneira correta, a osteoporose pode gerar algumas consequências graves, como lesões em ossos importantes como a coluna vertebral, o quadril e o fêmur, já que essas são algumas das áreas mais afetadas pela doença. Isso pode fazer com que uma pessoa tenha muita dificuldade em andar e, em casos mais graves, impedir que ela volte a andar.

Apesar de ser algo com o qual você terá que se acostumar a viver, a osteoporose pode ser tratada e controlada, como você pôde perceber. O mais importante é saber identificar a doença e realizar o tratamento da melhor forma possível para que você possa viver uma vida saudável e normal dentro do possível. Isso envolve ter uma boa alimentação, hábitos saudáveis e ingerir os medicamentos de maneira consciente e nunca por conta própria. Dessa forma, conviver com a osteoporose não vai ser algo tão difícil.



Fonte: Trocando Fraldas

Mais Matérias